Estudo Longitudinal dos Impactos do Suporte Social Indicadores OperacionaiS da Tuberculose- ELISIOS-TB

Resumo: A relação entre pobreza e tuberculose (TB) se evidencia na distribuição global da doença. O Brasil é um importante modelo de estudo, pois possui um dos maiores programas de transferência condicionada de renda do mundo, com foco na inclusão produtiva, o Programa Bolsa Família (PBF), responsável por uma melhoria significativa das condições socioeconômicas da população nos últimos anos. Neste sentido, este estudo tem por objetivos: Descrever as iniciativas da rede social secundária, na perspectiva dos programas sociais governamentais, existentes e acessíveis na área da Saúde e de Assistência Social, voltadas para a atenção à pessoa com tuberculose; Compreender os limites e possibilidades de acesso das pessoas com tuberculose e suas famílias às iniciativas governamentais ou não governamentais de suporte social; Identificar a percepção das pessoas com tuberculose e de familiares sobre o impacto do diagnóstico e tratamento nos gastos e custos diretos e indiretos para as famílias de pacientes com TB e as estratégias para a organização do orçamento familiar e qualidade de vida; Conhecer a percepção dos profissionais de saúde e de assistência social sobre a acessibilidade das pessoas em tratamento da tuberculose aos programas sociais governamentais de suporte e de transferência de renda; Desenvolver e validar um escore (ELISIOS) para predizer risco de abandono em pacientes recém diagnosticados de TB; Propor estratégias de procedimentos diferenciados de acordo com o índice do escore encontrado para cada grupo de paciente; Analisar por meio de um estudo de coorte de contatos o impacto desta intervenção na incidência da infecção e adoecimento por TB; Propor instrumento para definição de fluxo e procedimentos diferenciados intersetoriais por níveis de vulnerabilidade em relação aos desfechos do tratamento após as etapas anteriores; Desenvolver e validar um modelo computacional (versão desktop e mobile), baseado em web semântica, com suporte à tomada de decisão baseado no escore ELISIOS, visando identificar grupos para atendimentos diferenciados na rotina de cada serviço, incluindo um fluxograma de atendimento individual. Estes objetivos serão respondidos por três delineamentos de estudo complementares divido em três etapas. Na primeira etapa será desenvolvido um estudo qualitativo e a modelagem do instrumento ELISIOS, no segundo um ensaio randomizado com pacientes diagnosticados com TB, e no terceiro um estudo de coorte para avaliação dos contatos dos pacientes incluídos na etapa 2. Ao final, espera-se que estes resultados possam ser utilizados para a construção de políticas públicas específicas para o aumento da proteção social e a melhoria dos indicadores de TB.

Data de início: 2018-11-05
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Ethel Leonor Noia Maciel
Pesquisador Anne Caroline Barbosa Cerqueira Vieira
Pesquisador Adriana Ilha da Silva
Pesquisador Letícya dos Santos Almeida Negri
Pesquisador Paula de Souza Silva Freitas

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105