Riscos e Agravos à Saúde de Grupos Humanos

Código: PGSC-2225
Curso: Mestrado em Saúde Coletiva
Créditos: 3
Carga horária: 45
Ementa: Riscos e agravos relacionados à saúde de populações, seus determinantes e fatores de risco. Mudanças demográficas e ambientais e a repercussão na saúde coletiva e no perfil epidemiológico. O processo saúde-doença e os fatores relacionados à biologia, às condições de vida, ao meio ambiente, ao estilo/qualidade de vida, à violência e à organização do sistema de saúde. Avanços e limites na implementação de estratégias de intervenção para a prevenção e controle dos agravos e riscos relacionados.
Bibliografia: AYRES, J.R.C.M. Epidemiologia, promoção da saúde e o paradoxo do risco. Rev. Bras. Epidemiol. Rio de Janeiro, v. 5, supl.1, 2002. p. 28-42.
AYRES, J.R.C.M. Sobre o risco: para compreender a epidemiologia. São Paulo: Hucitec, 2002.
CAMACHO, Thimóteo. Ensaios sobre violência. Vitória: Edufes, 2003. 260 p.
CHOR, D. FAERSTEIN, E. Um enfoque epidemiológico da promoção da saúde: as idéias de Geoffrey Rose. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 16, n.1, 2000. p.241-244
CHOR, D. Saúde pública e mudanças de comportamento: uma questão contemporânea. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, V. 15, n. 2. p. 423-425.
CZERESNIA, Dina. Ciência, técnica e cultura: relações entre risco e práticas de saúde. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 20(2): 447-455, 2004.
DAHLBERG, L.; KRUG, E. Violence global public health problem. Ciência e Saúde Coletiva, v. 11, n. 2, 2006. p. 277-92.
GOLDBERGER, L.; BREZNITZ, S. Handbook of stress: Theoretical and clinical aspects. 2. ed. New York: The free press, 1993.
LESSA, I. O adulto brasileiro e as doenças da modernidade: epidemiologia das doenças crônicas não transmissíveis. São Paulo: Hucitec/Abrasco, 1998.
LIPP, M.N.; NOVAES, L.E. O stress. São Paulo: Contexto, 2003.
MINAYO, M.C.S. Violência e Saúde. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2006.
ROUQUAYROL, M. Z.; ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia e saúde. Rio de Janeiro: Medsi, 2003.
RUFFINO-NETTO, Antonio. Tuberculose: a calamidade negligenciada. Rev Soc Bras Med Tropical. Rio de Janeiro, v.35, n.1. 2002. p. 51-58.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105