Summary: A formulação e implementação de políticas públicas de saúde ocorrem, necessariamente, em contextos de natureza política e todos os protagonistas do setor saúde. Visto essa complexidade de atores e tramas, o estudo das políticas públicas de saúde abrange as seguintes vertentes: questões referentes à formulação, ao processo de implantação e à avaliação e aperfeiçoamento. Desta forma, faremos uma análise microvetorial dos múltiplos efeitos da seguinte norma e política: Análise microvetorial do impacto da Portaria GM/MS nº 1.654, de 19 de julho de 2011, que institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB), nos seus aspectos macro e micropolíticos.. Será um estudo do tipo descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa e qualitativa e utilizará como metodologia o que estamos chamando de análise microvetorial. A proposta de criação do Observatório Microvetorial de Políticas Públicas em Saúde e Educação em Saúde no Espírito Santo atende a necessidade brasileira de avaliação e controle dos efeitos das proposições no campo da gestão pública no âmbito do poder executivo.

Starting date: 2014-06-19
Deadline (months): 24

Participants:

Rolesort descending Name
Collaborator * Carolina Maia Martins Sales
Coordinator * Rita de Cássia Duarte Lima
Researcher * Eliane de Fátima Almeida Lima
Researcher * Heletícia Scabelo Galavote
Researcher * Ana Claudia Pinheiro Garcia

Pages

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105