Implantação do Observatório Microvetorial de Políticas Públicas em Saúde e Educação em Saúde no estado do Espírito Santo

Resumo: A formulação e implementação de políticas públicas de saúde ocorrem, necessariamente, em contextos de natureza política e todos os protagonistas do setor saúde. Visto essa complexidade de atores e tramas, o estudo das políticas públicas de saúde abrange as seguintes vertentes: questões referentes à formulação, ao processo de implantação e à avaliação e aperfeiçoamento. Desta forma, faremos uma análise microvetorial dos múltiplos efeitos da seguinte norma e política: Análise microvetorial do impacto da Portaria GM/MS nº 1.654, de 19 de julho de 2011, que institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB), nos seus aspectos macro e micropolíticos.. Será um estudo do tipo descritivo, exploratório, com abordagem quantitativa e qualitativa e utilizará como metodologia o que estamos chamando de análise microvetorial. A proposta de criação do Observatório Microvetorial de Políticas Públicas em Saúde e Educação em Saúde no Espírito Santo atende a necessidade brasileira de avaliação e controle dos efeitos das proposições no campo da gestão pública no âmbito do poder executivo.

Data de início: 2014-06-19
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Doutorado Paula de Souza Silva Freitas
Colaborador Carolina Maia Martins Sales
Coordenador Rita de Cássia Duarte Lima
Pesquisador Eliane de Fátima Almeida Lima
Pesquisador Heletícia Scabelo Galavote

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105