Questionário de Frequência ELSA-Brasil:proposta de redução e validação da versão reduzida

Nome: Livia Welter Mannato
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 10/04/2013
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Maria del Carmen Bisi Molina Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Maria del Carmen Bisi Molina Orientador

Resumo: QFA tem sido o instrumento de escolha para a obtenção das informações dietéticas em estudos epidemiológicos, especialmente aqueles relacionados às DCNT. Muitos QFAs têm sido elaborados para a realização de inquéritos epidemiológicos nacionais, buscando a avaliação da dieta habitual da população a ser estudada, mas a maior parte desses estudos apresenta uma lista extensa de alimentos, com tendência a apresentar maior índice de não resposta, elevando o tempo e o custo dos estudos. Objetivo. Desenvolver versão reduzida do QFA ELSA-Brasil e estudar a validade relativa do QFA versão reduzida. Métodos. A partir do QFA ELSA-Brasil com 114 itens alimentares realizou-se a redução da lista por regressão linear múltipla, frequência de consumo e composição nutricional dos alimentos. Foi conduzida análise de sensibilidade e kappa na qual foi avaliada a concordância entre os métodos (QFA orginal e QFA reduzido) por meio da classificação dos indivíduos segundo a distribuição em tercis de consumo de energia e nutrientes. Foram apresentados os somatórios dos percentuais de concordâncias exata e adjacente. Para avaliação da validade os valores de energia e nutrientes dos RA foram deatenuados e as variáveis de ambos os métodos (QFA e RA) foram log transformados, foi aplicado correlação de Pearson, correlação intraclasse, além da sensibilidade e kappa para avaliar concordância. Para avaliar diferenças e vieses de energia e nutrientes obtidos entre os métodos (QFA reduzido registros alimentares), foram construídos gráficos com as diferenças absolutas entre os valores no eixo das ordenadas e a média de ingestão calculada por meio dos três registros alimentares nas abscissas. Resultados. Foi obtida redução aproximada de 33% da lista de alimentos original. Assim, a nova lista contém 76 itens alimentares. Com relação a validação os coeficientes de correlação intraclasse variaram de 0,17 (selênio) a 0,66 (cálcio). Foi encontrado valores de somatório da distribuição exata mais adjacente acima de 60% de concordância entre os métodos QFA e RA. Conclusão. Tendo em vista os resultados deste estudo, conclui-se que seus objetivos foram alcançados. O QFA ELSA-Brasil foi reduzido de 114 itens alimentares para 76, redução aproximada de 33%, e ainda assim foi possível manter a capacidade de medir relativamente bem energia e os nutrientes selecionados, obtendo ótima concordância e correlação com o QFA original.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105