"ANÁLISE das Notícias de Saúde Bucal Veiculadas na Mídia Impressa no Espírito Santo, nos Anos de 2004 a 2009."

Nome: Aline Guio Cavaca
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 01/03/2011
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Adauto Emmerich Oliveira Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adauto Emmerich Oliveira Orientador
Maristela Dalbello de Araujo Suplente Interno
Túlio Alberto Martins de Figueiredo Examinador Interno

Resumo: Esta dissertação é apresentada sob a forma de artigos. Os trabalhos apresentados
neste estudo analisaram as matérias de saúde bucal veiculadas na mídia impressa
no Espírito Santo, nos anos de 2004 a 2009. O primeiro artigo é um estudo
quantitativo que objetiva delinear as principais características das matérias sobre
saúde bucal, a fim de analisar e comparar os assuntos, as abordagens e a
relevância jornalística relacionadas à temática priorizados pelos jornais A Tribuna e
A Gazeta. O segundo artigo trata-se de um estudo qualitativo que visa compreender
de que maneira as informações sobre saúde bucal são veiculadas pela mídia
impressa no ES, a fim de analisar se a potência midiática está explorando de forma
crítica a educação, a promoção da saúde e o consumismo em saúde bucal. O
primeiro estudo verificou que os assuntos abordados compreenderam desde
informações sobre políticas de saúde bucal, serviços prestados à comunidade e
prevenção às doenças bucais, até as tendências estéticas do sorriso, divulgação
de novas tecnologias e das especialidades odontológicas; houve um predomínio de
páginas pares, poucas chamadas na primeira página e a veiculação em página
inteira, o que significa uma valorização moderada desses assuntos; os projetos
editoriais distintos, aliados à diferença de público alvo determinaram o padrão
jornalístico e houve o predomínio de fonte especialista. Dessa forma, apesar das
matérias de saúde bucal não apresentarem furos jornalísticos, podem ser
trabalhadas, através de uma prática jornalística consciente, de maneira a evocar o
extraordinário do ordinário, dando origem a matérias com relevância social em
ambos os periódicos. O segundo artigo realizou uma análise de conteúdo do
material empírico, dando origem a nove categorias analíticas: responsabilização do
indivíduo, realidades extremas, acesso aos serviços público/privado, imaginário
popular do dentista e do consultório dentário, patologização da halitose, valorização
estética, determinantes da saúde bucal, hábitos de higiene e alimentação e
prevenção. Concluiu-se que a abordagem midiática da saúde bucal perpassa uma
complexidade de fatores sociais, culturais, políticos, biológicos e econômicos que
destaca a importância de uma comunicação contextualizada com os interesses da
sociedade, interativa e dialógica que explore sua potência crítica na educação e
promoção da saúde e que veicule de maneira consciente o consumismo em saúde
bucal.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105