Bases Psiconeuroimunologicas das Mulheres Mastectomizadas Submetidas à Hormonioterapia

Nome: Paula Cristina de Andrade Pires Olympio
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 03/06/2008
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Maria Helena Costa Amorim Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Denise Silveira de Castro Examinador Interno
Esdras Guerreiro de Vasconcellos Examinador Externo
Maria Helena Costa Amorim Orientador

Resumo: Este estudo visa avaliar as bases psiconeuroimunológicas de mulheres
mastectomizadas quando submetidas à hormonioterapia utilizando como marcador
imunológico a Imunoglobulina A salivar (IgAs). Trata-se de um estudo de ensaio
clínico aleatorizado, composto de uma amostra de 55 mulheres, realizado no
Programa de Reabilitação para Mulheres Mastectomizadas (PREMMA) no
ambulatório de Oncologia Ylza Bianco e na secretaria do setor de quimioterapia, que
funcionam no Hospital Santa Rita de Cássia, Vitória/ES, Brasil. Tem como objetivo
avaliar o nível de IgAs de mulheres mastectomizadas submetidas a hormonioterapia
e examinar a correlação entre a IgAs dessas mulheres com as variáveis idade,
tabagismo, etilismo, tipo de carcinoma de mama, grau de estadiamento do câncer,
sinais e sintomas de estresse, traço de ansiedade, estado de ansiedade e sinais e
sintomas de depressão. Na coleta de dados sobre tais variáveis utiliza como
instrumentos uma entrevista com registro em formulário, o STAI-STATE TRAIT
ANXIETY INVENTORY (IDATE), a Lista de Sinais e Sintomas de Stress (LSS/VAS)
e a Escala de Depressão Pós-Parto de Edinburgh (EPDS). Faz uso da
imunoturbidimetria para dosar os níveis de IgAs, colhendo as amostras de saliva em
dois momentos: antes de iniciar uso de tamoxifeno e três meses após início do
tratamento. No tratamento estatístico utiliza o SPSS versão 13.0. Conclui-se neste
estudo que não houve relação significativa entre a IgAs e as variáveis idade;
tabagismo; etilismo; tipo de carcinoma de mama; sinais e sintomas de estresse;
traço de ansiedade; estado de ansiedade. Entretanto, houve diferença signifitiva
quanto ao grau de estadiamento e sinais e sintomas de depressão.
Palavras-chaves: Câncer de mama, Imunoglobulina A, Ansiedade, Estresse,
Depressão e Tamoxifeno.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105