FATORES ASSOCIADOS AO CONSUMO DO ÁLCOOL POR ADOLESCENTES BRASILEIROS: ANÁLISE SEGUNDO CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS E GEOGRÁFICAS

Nome: Fernanda Garcia Gabira
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 07/02/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
ELIZABETE REGINA A DE OLIVEIRA Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
ELIZABETE REGINA A DE OLIVEIRA Orientador

Resumo: Introdução: O consumo de bebidas alcoólicas na adolescência é um agravo verificado mundialmente e constitui um importante desafio para a Saúde Pública devido a sua magnitude e consequências associadas. O álcool é a droga lícita mais utilizada por adolescentes segundo dados da OMS, por ser uma fase permeada pela alta vulnerabilidade contextual, assim é necessário compreender os diversos fatores que determinam esse consumo. Objetivo: Investigar os fatores associados ao consumo de álcool na adolescência segundo características sociodemográficas e geográficas. Método: Utilizou-se dados do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA), a amostra incluiu 74.589 adolescentes de 12 a 17 anos, selecionados de 1.247 escolas em 124 municípios brasileiros. A variável dependente foi o consumo de bebidas alcoólicas e as variáveis independentes o sociodemográfico, econômico e estrato geográfico. Realizou-se análise descritiva univariada e múltipla para as variáveis de interesse (dependente e independente). A associação foi analisada também por meio de modelos de análise multinível logística, considerando nível 1 (indivíduo), nível 2 (capital de Estado). As análises foram realizadas no pacote estatístico R versão 3.4.3 (R Core Team, 2017). Para aplicação do efeito do desenho amostral, corrigido pela pós-estratificação, na regressão logística multinível utilizou-se o programa MPlus versão 7. O nível de significância de todos os testes foi de 5%. Resultados: Variáveis associadas significativamente com o consumo de bebidas alcoólicas, foram: a raça-cor negra/preta, escolares que residem somente com o pai, agregação domiciliar média e a alta, escolares matriculados no turno da tarde e escolares de regiões rurais. Associações para as regiões foram a região Sul, Sudeste, Bahia e DF. Conclusão: O estudo visou determinar ou investigar os fatores do consumo de álcool na adolescência segunda as características sociodemográficas e geográficas. Ainda, o presente estudo descreveu como o consumo de bebidas alcoólicas se caracteriza segundo gênero, faixa etária, raça-cor, morar com os pais, relação pessoa-cômodo, classe econômica, escolaridade do chefe de família, escolaridade da mãe, tipo de escola, turno de estudo, zona da escola assim como pelo estrato geográfico da escola por capitais de Estados brasileiros.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Bonfim, Vitória - ES | CEP 29047-105