EFEITO DO INCENTIVO ALIMENTÍCIO SOBRE O DESFECHO DO TRATAMENTO DE PACIENTES COM TUBERCULOSE: ESTUDO RANDOMIZADO POR CLUSTER

Nome: Rodrigo Leite Locatelli
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 23/05/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ethel Leonor Noia Maciel Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Ethel Leonor Noia Maciel Orientador

Resumo: Avaliar o efeito do incentivo alimentício para pacientes com Tuberculose no desfecho do tratamento em quatro regiões Brasileiras. Métodos: Trata-se de um estudo de intervenção realizado em quatro capitais brasileiras com pacientes diagnosticados entre 01 de fevereiro de 2014 e 31 de julho de 2016. A randomização ocorreu por serviços de saúde das capitais selecionadas. A coleta de dado foi realizada pelos profissionais que atendiam os pacientes durante a rotina de tratamento. Para as análises utilizou-se o teste qui-quadrado para verificar as proporções e logo após uma regressão de Poisson com variação robusta. Resultados: Foram acompanhados 519 pacientes, sendo 296 no grupo sem intervenção e 223 no grupo com intervenção. Na regressão de poisson observamos uma associação estaticamente significativa frente a intervenção entre os individuos que trabalham e estudam, ex-fumantes, HIV positivos, pacientes com doença renal e o incentivo alimenticio. Conclusões: Constatou-se que o incentivo alimentício tem efeito benéfico sobre o desfecho do tratamento. Entretanto ainda são necessárias mais investigações acerca da condicionalidade para a aplicação deste benefício como estratégia coadjuvante para o tratamento dos pacientes com tuberculose.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Marechal Campos, 1468 - Maruípe, Vitória - ES | CEP 29043-900